6 de ago de 2011

Revista Placar Magazine, Março de 1994

O Time da Cidadezinha virou um Clube-Modelo

A pequena Kashima só atraía maiores atenções em Janeiro, quando de milhares de peregrinos procuram o templo Kashimasingu para rezar por boa sorte no ano que começa. Desde que Zico chegou, porém, a cidade vem se transformando em pólo turístico o ano inteiro. Os números: até 1992, apenas dois ônibus diários de passageiros saíam da estação de Tóquio para Kashima; agora, saem de vinte em vinte minutos (a viagem dura uma hora e quarenta minutos). Zico, que como o mais comum dos mortais costuma utilizar o transporte rodoviário coletivo, mora em Tóquio, numa casa de quatro quartos, admite ter papel fundamental para essa mudança. "A equipe de futebol tornou Kashima famosa em todo país", resume. Nas conversas com os dirigentes do clube, em 1991, Zico deu as dicas de como seriam as instalações  ideais de um estádio, uma concentração e um centro de treinamentos. O Kashima era então apenas onze camisas, amparadas pelo patrocinador Sumitomo, um conglomerado que inclui financeiras indústria  metalúrgica. Seguindo as indicações dos brasileiros, os cartolas puseram mãos à obra. " Em um ano estava tudo pronto", orgulha-se Zico. O cartão de visitas do clube é o centro de treinamentos. "Só a Internazionale de Milão e Milan conseguiram construir algo parecido", esnoba. De fato, o CT do Kashima impressiona já na fachada, majestosa, que lembra a de um estúdio de Hollywood. No hall da entrada, destacase uma ampla loja de material esportivo de lembranças do clube, aonde os turistas chegam a fazer fila. No andar superior, estão instalados o departamento médico e salas e mais salas de imprensa, de vídeo e para palestras, entre outras. Tudo,é claro, de primeiríssima. Nos fundos, ficam os três campos de futebol, dois deles com medidas oficiais e gramados exuberantes. Comenta-se que o Sumitomo investiu alto na estrutura do clube com o intuito de melhorar a imagem da empresa na região, seriamente abalada pelo excesso de poluição da metalúrgica que instalou na cidade. Seja como for, o Kashima Antlers é, hoje, um clube-modelo e não só dentro do Japão.

O gramado perfeito do Centro de treinamentos e sua majestosa fachada: O Galinho deu todas as dicas eo patrocinador, Sumitomo, bancou.

Nenhum comentário: